PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Categorias

Inter acaba a Champions como começou: dando vexame em casa

Julio Gomes

10/12/2019 18h54

A Inter de Milão contou com uma ajudinha da tabela para ter a classificação para o mata-mata da Champions nas mãos. Bastava vencer, em casa, o time reserva do Barcelona.

Mas só mesmo a magia de Mourinho no auge foi capaz de fazer a Inter brilhar na Europa. Tirando aquele 2010 histórico, é papelão atrás de papelão.

A Inter começou a Champions empatando em casa contra o Slavia Praga – é verdade que o time tcheco não é tão ruim quanto a falta de tradição indica, mas era o patinho feito do grupo, não era normal deixar dois pontos ali.

E acabou a Champions perdendo em casa para os reservas do Barcelona. Acaba eliminada pelo Borussia Dortmund, que está longe de viver seu melhor momento na temporada.

Conte é um grande técnico, mas faltam coragem e criatividade em alguns jogos cruciais de sua caminhada.

A Inter é líder na Itália, está posicionada para tentar quebrar o domínio histórico da Juventus. Acredita quem quiser.

Sobre o Autor

Julio Gomes é jornalista esportivo desde que nasceu. Mas ganha para isso desde 1998, quando começou a carreira no UOL, onde foi editor de Esporte e trabalhou até 2003. Viveu por mais de 5 anos na Europa - a maior parte do tempo em Madrid, mas também em Londres, Paris e Lisboa. Neste período, estudou, foi correspondente da TV e Rádio Bandeirantes e comentarista do Canal+ espanhol, entre outras publicações europeias. Após a volta para a terrinha natal, foi editor-chefe de mídias digitais e comentarista da ESPN e também editor-chefe da BBC Brasil. Já cobriu cinco Copas do Mundo e, desde 2013, está de volta à primeira das casas.

Sobre o Blog

Este blog fala (muito) de futebol, mas também se aventura em outros esportes e gosta de divagar sobre a vida em nossa e outras sociedades.

Julio Gomes