Topo
Blog do Julio Gomes

Blog do Julio Gomes

Categorias

Histórico

Mineiros invertem os papéis no Brasileirão

Julio Gomes

31/10/2019 23h30

Antes de começar o Brasileiro, o Cruzeiro era candidato a título, com um elenco, no papel, poderoso. O Atlético, candidato apenas a fazer um campeonato digno de meio de tabela.

As rodadas avançam, o Galo começa com 3 vitórias seguidas, ocupa as primeiras posições no primeiro terço da competição, tira o Santos da Copa do Brasil, vai avançando na Sul-Americana…

Já o Cruzeiro se afunda. É eliminado de tudo, é caso de polícia, perde a estabilidade no comando técnico, vê jogador derrubando novo técnico, entra na zona de rebaixamento e parece escrever aquele conhecido roteiro de time grande incapaz de se levantar.

As coisas mudaram.

A 29a rodada do Brasileirão, neste meio de semana, marca a inversão de papéis.

Se houver um mineiro rebaixado, será o Atlético, não o Cruzeiro.

A derrota para a Chapecoense, em casa, empurra para o abismo um time que ganhou 2 jogos e perdeu 11 dos últimos 15 que disputou.

Já o Cruzeiro, com Abelão, o amigão da galera, enfileira sete jogos sem perder, saindo da zona de rebaixamento – para não mais voltar. Se segurou bravamente no Engenhão e conseguiu o 2 a 0 sobre o Botafogo no fim.

O Atlético, que parecia ter um Brasileiro tranquilo de meio de tabela, vai sofrer com o fantasma da Série B. O Cruzeiro, que já olhava desesperado para um rebaixamento inédito, agora é quem deve ter um final de campanha de meio de tabela.

São sete times lutando para não serem dois dos rebaixados junto com Chape e Avaí. Dos sete, Fortaleza, Cruzeiro e CSA estão subindo, melhorando, conseguindo resultados. Botafogo, Ceará e Fluminense vivem na instabilidade. E o Atlético-MG é o que está em queda vertiginosa.

Fortaleza e Galo têm 35, Botafogo e Ceará têm 33, o Cruzeiro chega a 32 – os dois rebaixados hoje seriam o Flu, com 30, e o CSA, com 29. O Galo precisa mirar Flu e CSA.

Não acredito que Fortaleza e Cruzeiro fiquem nessa briga por muito mais tempo. O time de Abel tem agora Bahia (em má fase em casa), Athletico-PR fora, clássico mineiro e Avaí em casa.

O que vem pela frente para o Galo? Atenção: Fortaleza, Cruzeiro e Fluminense fora, com um duelo em casa contra o Goiás no meio. Ou o Atlético consegue resultados agora, contra seus rivais diretos, ou chegará às cinco rodadas finais com a corda no pescoço. E bem apertada.

 

Sobre o Autor

Julio Gomes é jornalista esportivo desde que nasceu. Mas ganha para isso desde 1998, quando começou a carreira no UOL, onde foi editor de Esporte e trabalhou até 2003. Viveu por mais de 5 anos na Europa - a maior parte do tempo em Madrid, mas também em Londres, Paris e Lisboa. Neste período, estudou, foi correspondente da TV e Rádio Bandeirantes e comentarista do Canal+ espanhol, entre outras publicações europeias. Após a volta para a terrinha natal, foi editor-chefe de mídias digitais e comentarista da ESPN e também editor-chefe da BBC Brasil. Já cobriu cinco Copas do Mundo e, desde 2013, está de volta à primeira das casas.

Sobre o Blog

Este blog fala (muito) de futebol, mas também se aventura em outros esportes e gosta de divagar sobre a vida em nossa e outras sociedades.

Blog do Julio Gomes