Topo
Blog do Julio Gomes

Blog do Julio Gomes

Categorias

Histórico

Inter faz valer superioridade na bola e na ambição

Julio Gomes

07/08/2019 23h23

O Inter é mais time que o Cruzeiro, simples assim. Não falo de nomes, falo de jogo, principalmente coletivo. E, sem dúvida, ambição. O Inter é um time mais competitivo e mais ambicioso que o Cruzeiro.

Como já disse dias atrás, a estabilidade dos técnicos precisa ser valorizada e incentivada. Mas Mano Menezes no Cruzeiro que parece já ter passado deste estágio. A estabilidade já deu alguns títulos ao Cruzeiro. Neste momento, não vejo nada mais que o técnico possa acrescentar ao clube.

O time joga de uma forma quase antinatural. Não ataca, não transforma a posse de bola em nada, tenta viver de uma bola aqui outra ali. Não ameaça, não tem ambição. Joga para ver o tempo passar. Até conseguiu os dois 0 a 0 que levaram aos pênaltis contra o River na Libertadores. Nesta semi de Copa do Brasil, parecia querer a mesma coisa.

Falta ambição e falta atenção, concentração. Na falta cobrada por Guerrero e a defesa espetacular de Fábio, como pode não aparecer nenhum defensor para afastar antes de Ednílson??? É para deixar o goleiro p da vida.

O Inter, por outro lado, joga com confiança, consistência. O Inter entra em campo com um plano e coloca o plano em jogo. Essas coisas costumam dar certo.

É uma maravilha de ver? Não, se estivermos falando de plástica ou futebol ofensivo. Sim, se olharmos pelo ângulo tático e de treinamento. É muito legal ver um time executar bem aquilo que se propõe a fazer. Os automatismos estão lá, o Inter é muito bem treinado por Odair Hellman.

Apesar das chances do Cruzeiro no finalzinho, o fato é que o Inter mereceu ganhar o jogo. E precisava mesmo fazer valer a superioridade, porque o jogo de volta será daqui a um mês, e vai saber como estarão os times. Neste momento, o Inter é superior, mas o Cruzeiro tem a mão-de-obra para ser um time completamente diferente em setembro.

 

Sobre o Autor

Julio Gomes é jornalista esportivo desde que nasceu. Mas ganha para isso desde 1998, quando começou a carreira no UOL, onde foi editor de Esporte e trabalhou até 2003. Viveu por mais de 5 anos na Europa - a maior parte do tempo em Madrid, mas também em Londres, Paris e Lisboa. Neste período, estudou, foi correspondente da TV e Rádio Bandeirantes e comentarista do Canal+ espanhol, entre outras publicações europeias. Após a volta para a terrinha natal, foi editor-chefe de mídias digitais e comentarista da ESPN e também editor-chefe da BBC Brasil. Já cobriu cinco Copas do Mundo e, desde 2013, está de volta à primeira das casas.

Sobre o Blog

Este blog fala (muito) de futebol, mas também se aventura em outros esportes e gosta de divagar sobre a vida em nossa e outras sociedades.

Mais Blog do Julio Gomes