Topo
Blog do Julio Gomes

Blog do Julio Gomes

Categorias

Histórico

Dérbi de Itaquera foi ruim, mas foi bom

Julio Gomes

04/08/2019 20h58

Deu para entender? É assim, no futebol. Tem jogo que tecnicamente não é uma maravilha, que as chances de gol são escassas, raras. Mas que passam a impressão de terem sido bons. São tensos, tem um ambiente de indefinição constante no ar.

É o caso do 1 a 1 de Itaquera, entre Corinthians e Palmeiras.

A disputa tática foi boa, com times bem acertados em campo, com equilíbrio, boa distribuição. Na vontade, não há o que reclamar: os dois times botaram o coração em campo, ninguém queria perder de jeito nenhum, a intensidade foi alta até o fim.

Tirando um irritante e desnecessário VAR no primeiro tempo, a arbitragem não comprometeu, não houve grande polêmica, e os jogadores ajudaram, não enchendo tanto o saco – como vemos toda hora.

O que faltou? Chance de gol, alternância. O Palmeiras começou bem, mas levou o gol de Manoel e só foi se encontrar em campo no segundo tempo, quando Felipe Melo marcou um raro golaço de cabeça. A maneira como o volante ataca a bola levantada por Deyverson é espetacular.

O Corinthians teve o jogo controlado no primeiro tempo, mas no segundo faltou ambição. Se o Palmeiras deu uma sumida na etapa inicial, no segundo foi superior e, não fosse Cássio, teria vencido.

O Palmeiras, que vive uma mini crise com a torcida, passa ileso de um jogo explosivo e difícil, na casa do maior rival. Está vivo na Libertadores e a 4 pontos do Santos, tudo certo. E o Corinthians se coloca na posição de postulante se vencer o jogo atrasado contra o Goiás, quarta.

Não é um dérbi inesquecível. Não foi um espetáculo. Mas foi intenso, tenso, ficou aberto o tempo todo. Foi ruim, mas foi bom.

Sobre o Autor

Julio Gomes é jornalista esportivo desde que nasceu. Mas ganha para isso desde 1998, quando começou a carreira no UOL, onde foi editor de Esporte e trabalhou até 2003. Viveu por mais de 5 anos na Europa - a maior parte do tempo em Madrid, mas também em Londres, Paris e Lisboa. Neste período, estudou, foi correspondente da TV e Rádio Bandeirantes e comentarista do Canal+ espanhol, entre outras publicações europeias. Após a volta para a terrinha natal, foi editor-chefe de mídias digitais e comentarista da ESPN e também editor-chefe da BBC Brasil. Já cobriu cinco Copas do Mundo e, desde 2013, está de volta à primeira das casas.

Sobre o Blog

Este blog fala (muito) de futebol, mas também se aventura em outros esportes e gosta de divagar sobre a vida em nossa e outras sociedades.

Mais Blog do Julio Gomes