Topo
Blog do Julio Gomes

Blog do Julio Gomes

Categorias

Histórico

Palmeiras: Do mais tranquilo ao mais pressionado

Julio Gomes

24/07/2019 06h00

Ninguém vivia mais tranquilo do que o Palmeiras quando chegou a pausa da Copa América. Líder do Brasileiro, invicto no campeonato desde sei lá quando, firme na defesa, sólido, Dudu esquentando as turbinas, estádio sempre cheio, conta bancária com sobras, técnico para lá de estável no cargo.

Para melhorar ainda mais, Willian Bigode voltando, Ramires chegando…

Quando o Palmeiras foi eliminado do Paulistão, Felipão (Turra) ganhou dias para treinar o time. E o Palmeiras cresceu. Melhorou em todas as fases do jogo. Por que não aconteceria o mesmo nesta pausa da Copa América?

Pois é, mas não aconteceu. Scarpa, sabe-se lá por que, perdeu espaço para Lucas Lima. Veio o jogo meia boca do Morumbi, com o empate da sorte no gol espírita de Dudu. Derrota no Sul. Derrota no Nordeste. E um empate suado contra um timeco, falemos a verdade, na Libertadores. O Palmeiras flertou com o desastre na Argentina nesta terça.

Se no ano passado Felipão escolheu colocar em campo dois times inteiros diferentes nas Copas e campeonato, neste ano ele resolveu misturar. E surpreendeu com o "castigo" aos titulares, que tiveram de jogar no Ceará.

O que está acontecendo com o Palmeiras?

A falta de criatividade e de alternativas de jogo está passando fatura? Os outros melhoraram tanto assim? Algum problema de vestiário? Está caindo a ficha de que Deyverson não pode ser o camisa 9 desse time? Ou será que simplesmente a autoconfiança em excesso está atrapalhando?

O fato é que o Palmeiras tranquilão já deu lugar ao Palmeiras pilhadão. Basta ver como o tom de Scolari está mudando nas coletivas.

A eliminação da Copa do Brasil, pelo menos, dá tempo de trabalho. A sequência: Vasco e Godoy Cruz em casa, Corinthians em Itaquera, e aí uma semana de trabalho para pegar o Bahia, de Roger.

É lógico que o duelo da Libertadores e o dérbi de Itaquera podem ser elementos de tensão gigantescos.

Eu ainda aposto no Palmeiras campeão brasileiro. Mas que está estranho, está. E a pressão está de volta. Aquela de sempre.

 

Sobre o Autor

Julio Gomes é jornalista esportivo desde que nasceu. Mas ganha para isso desde 1998, quando começou a carreira no UOL, onde foi editor de Esporte e trabalhou até 2003. Viveu por mais de 5 anos na Europa - a maior parte do tempo em Madrid, mas também em Londres, Paris e Lisboa. Neste período, estudou, foi correspondente da TV e Rádio Bandeirantes e comentarista do Canal+ espanhol, entre outras publicações europeias. Após a volta para a terrinha natal, foi editor-chefe de mídias digitais e comentarista da ESPN e também editor-chefe da BBC Brasil. Já cobriu cinco Copas do Mundo e, desde 2013, está de volta à primeira das casas.

Sobre o Blog

Este blog fala (muito) de futebol, mas também se aventura em outros esportes e gosta de divagar sobre a vida em nossa e outras sociedades.

Mais Blog do Julio Gomes