Topo
Blog do Julio Gomes

Blog do Julio Gomes

Categorias

Histórico

Brasil e Argentina podem fazer semifinal continental inédita

Julio Gomes

2025-06-20T19:05:00

25/06/2019 05h00

Brasil x Argentina em uma semifinal de Copa América? Não, você nunca viu. Nem eu. Nem ninguém!

Se Brasil e Argentina passarem de Paraguai e Venezuela, como têm a obrigação de fazer, o Mineirão verá na terça que vem um fato histórico. Será a primeira semifinal continental entre brasileiros e argentinos. Já se enfrentaram em finais, quartas, inúmeros quadrangulares ou grupos decisivos, dezenas de amistosos, mas nunca em uma semifinal, seja de Sul-Americano ou de Copa América.

A única ocasião em que as superpotências decidiram uma vaga em final foi na Olimpíada de Pequim, em 2008, com vitória argentina – mas ali não eram as seleções principais.

Pode parecer incrível, mas é não é comum ver os três países sul-americanos mais vencedores da história juntos nas semifinais de Copa América.

A chance é enorme desta vez. O Brasil enfrenta o Paraguai nas quartas de final, a Argentina pega a Venezuela e o Uruguai joga contra o Peru. Por qualquer ângulo que se olhe, o favoritismo das camisas mais "pesadas" é enorme, eliminação seria fracasso.

Dos três, quem corre mais risco é a Argentina. A Venezuela é um time acertadinho, que já segurou o Brasil e recentemente ganhou do "bando" argentino em amistoso. Só Messi salva.

O Paraguai tirou o Brasil nas quartas em 2011 e 2015, mas o time é horroroso e passou de fase sabe-se lá como, com só dois pontos. Será uma retranca daquelas, com uma ótima dupla de zaga, e o Brasil que se vire para furar. A chance paraguaia é arrastar para os pênaltis, ofensivamente não oferece qualquer perigo.

E o Uruguai é muita areia para o caminhãozinho peruano, é muito favorito.

Desde 1993, a Copa América é disputada com 12 seleções – as dez sul-americanas mais duas convidadas -, com formato de grupo, quartas, semis e final. Desde então, foram disputadas dez edições, e somente duas vezes o "trio de ferro" do continente chegou junto as semifinais. Algo tão raro quanto difícil de acreditar.

Nas duas ocasiões, em 2004 (Peru) e 2007 (Venezuela), a história foi a mesma: o Brasil bateu o Uruguai nas semis, nos pênaltis, e ganhou da Argentina na final.

Desde 1975, quando o Sul-Americano passou a se chamar Copa América, somente duas vezes (de 16) os três primeiros colocados foram os três grandões. Em 2004 e em 1989, justamente a última Copa disputada no Brasil. Um quadrangular final decidiu o título, com o Brasil campeão, Uruguai vice e Argentina em terceiro.

 

 

 

2016
Argentina na final, Brasil e Uruguai nem passaram da primeira fase

2015
Argentina na final, Brasil e Uruguai nas quartas

2011
Uruguai campeão, Argentina e Brasil nas quartas

2007 e 2004
Brasil vence Uruguai nas semis e Argentina na final

2001
Só Uruguai na semi

1999
Brasil venceu Uruguai na final, Argentina nas quartas

1997
Brasil campeão, Argentina quartas, Uruguai nem passou

1995
Uruguai vence Brasil na final, Argentina quartas

1993
Argentina campeã, Brasil e Uruguai quartas

1991
Quadrang, Argentina campeã, Brasil vice, Uruguai fora

1989
Quadrang, Brasil, Uruguai, Argentina

1987
Uruguai campeão, Argentina semi

1983
Uruguai vence Brasil na final (ida e volta)

1979
só Brasil na semi

1975
Brasil e Uruguai nas semis

Sobre o Autor

Julio Gomes é jornalista esportivo desde que nasceu. Mas ganha para isso desde 1998, quando começou a carreira no UOL, onde foi editor de Esporte e trabalhou até 2003. Viveu por mais de 5 anos na Europa - a maior parte do tempo em Madrid, mas também em Londres, Paris e Lisboa. Neste período, estudou, foi correspondente da TV e Rádio Bandeirantes e comentarista do Canal+ espanhol, entre outras publicações europeias. Após a volta para a terrinha natal, foi editor-chefe de mídias digitais e comentarista da ESPN e também editor-chefe da BBC Brasil. Já cobriu cinco Copas do Mundo e, desde 2013, está de volta à primeira das casas.

Sobre o Blog

Este blog fala (muito) de futebol, mas também se aventura em outros esportes e gosta de divagar sobre a vida em nossa e outras sociedades.

Mais Blog do Julio Gomes