Topo
Blog do Julio Gomes

Blog do Julio Gomes

Categorias

Histórico

Primeira final foi um bom jogo e merecia gols no Morumbi

Julio Gomes

2014-04-20T19:18:04

14/04/2019 18h04

Como é bom quando os jogadores se preocupam em jogar, não em brigar ou encher a paciência do juiz. São Paulo e Corinthians fizeram um bom jogo de futebol neste domingo à tarde, com variáveis táticas, ocasiões de gols e bons momentos técnicos (claro que o meu parâmetro é o futebol brasileiro aqui, e não o que se faz na Europa, que é outra coisa).

O 0 a 0 ficou pequeno para a primeira final do Paulista. Faltou o "detalhe" do gol. E, caso ele demore para sair em Itaquera, a tendência é que o jogo da volta seja mais truncado e chato do que este do Morumbi.

Gostei demais do primeiro tempo do Corinthians. Não foi um time recuado, como aquele que vimos contra o Santos, na semifinal. Foi um time superior ao do São Paulo no meio de campo, apesar da saída de Júnior Urso. Ramiro é desses jogadores que não chamam a atenção, mas todo técnico gosta de ter, e Clayson gerou muitos problemas para a defesa são-paulina. Foi o melhor da primeira etapa.

A história do jogo muda com a entrada de Hernanes, no intervalo. O São Paulo, que sentiu a falta de Liziero, ganhou com o veterano a hegemonia pelo meio, passou a ser o time mais agressivo e dominante. Com Hernanes, as jogadas fluíram melhor entre as linhas e o Corinthians precisou recuar. O time da casa foi muito superior na etapa final.

Curiosamente, as grandes chances saíram de chuveirinhos e nos momentos de domínio do rival. No primeiro tempo, apesar de o Corinthians ter sido melhor, o São Paulo levou perigo duas vezes com Arboleda (o melhor em campo). Em uma, o zagueiro errou feio o gesto técnico do cabeceio, na segunda obrigou Cássio a fazer grande defesa.

E, no segundo tempo, dominado pelo São Paulo, foi Henrique quem perdeu gol feito ao cabecear mal, sozinho na pequena área.

A arbitragem foi bem no Morumbi, mas o tal VAR está simplesmente demorando demais para tomar as decisões. Os dois lances que levaram tempo deveriam ter sido revistos pelo árbitro de campo no monitor.

No fim, o empate foi justo. Faltaram os gols.

 

Sobre o Autor

Julio Gomes é jornalista esportivo desde que nasceu. Mas ganha para isso desde 1998, quando começou a carreira no UOL, onde foi editor de Esporte e trabalhou até 2003. Viveu por mais de 5 anos na Europa - a maior parte do tempo em Madrid, mas também em Londres, Paris e Lisboa. Neste período, estudou, foi correspondente da TV e Rádio Bandeirantes e comentarista do Canal+ espanhol, entre outras publicações europeias. Após a volta para a terrinha natal, foi editor-chefe de mídias digitais e comentarista da ESPN e também editor-chefe da BBC Brasil. Já cobriu cinco Copas do Mundo e, desde 2013, está de volta à primeira das casas.

Sobre o Blog

Este blog fala (muito) de futebol, mas também se aventura em outros esportes e gosta de divagar sobre a vida em nossa e outras sociedades.

Mais Blog do Julio Gomes