Topo
Blog do Julio Gomes

Blog do Julio Gomes

Categorias

Histórico

Cristiano Ronaldo fica contra as cordas

Julio Gomes

2020-02-20T19:19:01

20/02/2019 19h01

Eu sei, nunca é legal personalizar algo em um esporte que é coletivo. Não é Cristiano Ronaldo que está contra as cordas, é a Juventus. É verdade. Mas não dá para dissociar o nome do time, no atual contexto.

CR7 é o maior atacante da história, na minha opinião deste escriba. Mas é justo dizer, e praticamente sempre assim, que ele foi o homem certo no lugar certo por muito tempo. Assim como Messi também é, e Maradona também era, e Pelé, e assim por diante.

A saída de Cristiano do Real Madrid foi horrorosa para o clube espanhol. E, por enquanto, não tem sido uma maravilha para o portuga. Na Juventus, faz-se menos gols, chegam menos bolas, é outro futebol.

O grande golpe na temporada de CR7 e da Juventus foi dado nesta quarta, em Madrid, no mesmo estádio em que será disputada a final da Champions League, em junho. O campo do Atlético.

O time de Simeone, que tinha tudo para liderar o Espanhol, não fossem tantos empates e pontos sendo deixados pelo caminho, não chegou ao mata-mata da Champions com tanta confiança como em outras vezes.

Mas é assim que tem que ser com Simeone, certo? Nunca se pode subestimar esse Atlético.

A Juventus era a favorita para o duelo. Mas, com os 2 a 0 desta tarde, o Atlético tem a faca e o queijo na mão para chegar de novo às quartas de final e eliminar uma fortíssima concorrente ao título.

E não foi um 2 a 0 por acaso. O Atlético foi superior à Juventus quase o tempo todo. Não massacrou, não perdeu milhares de chances. Mas foi melhor, mas intenso, mais inteiro. Fez por merecer.

Cristiano Ronaldo ficou afastado do jogo quase o tempo todo. Só no fim, dois gols abaixo, que teve suas chances. Não dava mais tempo. A Champions começou para ele com uma expulsão em Valência, e pode acabar com essa derrota em Madrid. A Espanha não está trazendo sorte.

Pelo jeito, o Real Madrid estará nas quartas da Champions, e CR7, não. Mas CR7 será campeão na Itália, e o Real não será na Espanha. Juntos, definitivamente, eles eram mais fortes.

A Juventus não está morta. Mas quase.

Sobre o Autor

Julio Gomes é jornalista esportivo desde que nasceu. Mas ganha para isso desde 1998, quando começou a carreira no UOL, onde foi editor de Esporte e trabalhou até 2003. Viveu por mais de 5 anos na Europa - a maior parte do tempo em Madrid, mas também em Londres, Paris e Lisboa. Neste período, estudou, foi correspondente da TV e Rádio Bandeirantes e comentarista do Canal+ espanhol, entre outras publicações europeias. Após a volta para a terrinha natal, foi editor-chefe de mídias digitais e comentarista da ESPN e também editor-chefe da BBC Brasil. Já cobriu cinco Copas do Mundo e, desde 2013, está de volta à primeira das casas.

Sobre o Blog

Este blog fala (muito) de futebol, mas também se aventura em outros esportes e gosta de divagar sobre a vida em nossa e outras sociedades.

Mais Blog do Julio Gomes