Blog do Júlio Gomes

Com vitória, São Paulo afasta crise monstra (por enquanto)

Julio Gomes

O São Paulo fez um primeiro tempo horroroso em Maceió. Um tipo de jogo que parece que está virando marca do clube. Lento, devagar, quase parando. Sem aproximações, sem ideias, sem nada. O aguerrido CSA foi mais perigoso. E a impressão era de que se confirmariam as previsões catastróficas.

O São Paulo poderia ser eliminado logo na segunda fase da Copa do Brasil, o que geraria uma crise monstra e prematura na temporada. Não podemos nos esquecer que 2018 não começou zerado. Ele veio logo depois de 2017. Aquele 2017.

Difícil imaginar, por exemplo, que Dorival Jr conseguiria se segurar no cargo. Gosto do trabalho dele e gosto dele pessoalmente. Aliás, Dorival é dos poucos que verbaliza todas as semanas e expõe o absurdo que é o calendário do futebol brasileiro. Mas Dorival era, junto com Oswaldo de Oliveira, o técnico de time grande que parecia começar o ano já pendurado. Oswaldo já foi.

Tudo se resolveu. Por enquanto.

O ótimo passe de Cueva para Marcos Guilherme, que deu o gol para Nenê, tranquilizou tudo no comecinho do segundo tempo. Nem deu tempo de virar drama. Logo veio o pênalti em Diego Souza, o gol de Cueva e pronto, eliminatória resolvida.

Era uma eliminatória-armadilha. Porque o São Paulo deveria estar jogando contra o Ituano pelo Paulista, não pela Copa do Brasil. CSA é um time com bom entrosamento, que acaba de subir para a Série B e tem um início de temporada honesto. Além de ser uma camisa histórica do futebol brasileiro, um clube que leva torcida para o estádio. Em jogo único, empate e pênaltis eram uma possibilidade real.

Era um jogo que poderia ter detonado o primeiro semestre são-paulino. Mas o gol cedo no segundo tempo abriu a defesa rival e deu a tranquilidade necessária. O time jogou mais solto, acelerou em vários momentos e foi bem melhor do que o marasmo do primeiro tempo, quando a bola parecia grudada nos pés de Jucilei, que não tinha para quem passá-la.

Falei ''por enquanto'' no título deste post e também no texto. Porque é isso mesmo, se o São Paulo continuar jogando de forma tão lenta e pouco dinâmica, ele vai ganhar algumas partidas e fugir de crises apenas… ''por enquanto''.