Blog do Júlio Gomes

Brasileiro, ato 13: a rodada dos confrontos diretos entre os ponteiros

juliogomes

A 13a rodada do Campeonato Brasileiro é aquela em que parece que apenas três jogos importam – a não, ser, claro, que você só se ligue para o teu time e ele não seja um dos ponteiros da competição.

Palmeiras x Corinthians, Flamengo x Grêmio e Atlético-MG x Santos são os jogos que reúnem os quatro primeiros do ano passado, que entraram no ano com a condição de times mais fortes do país, mais os dois times que apresentaram melhor futebol no primeiro quarto do campeonato e abriram vantagem na frente.

E o legal é que nenhum dos três acontece ao mesmo tempo, o que permite que todos sejam devidamente vistos.

Atlético e Santos abrem a rodada às 19h30 desta quarta, no Independência. O Galo passa a impressão de estar nas últimas tentativas de entrar na briga. Se der certo e engatar uma sequência de vitórias, ótimo. Se não, é sair poupando mesmo no Brasileiro e focar em Copa do Brasil e Libertadores. Para engatar uma série boa, precisa vencer em casa um desfalcado Santos que, sem estardalhaço, está lá em quarto lugar.

Mais à noite, o dérbi entre Palmeiras e Corinthians significa demais. Se o Palmeiras não perde há quase um ano em sua arena, o Corinthians não perde um jogo sequer há quase quatro meses, são 26 partidas de invencibilidade. O time de Carille não sofre um golzinho no Brasileiro há um mês – seis rodadas.

Logicamente, a chave para o Palmeiras é colocar pressão, fazer um gol e deixar o Corinthians em um raro momento contra as cordas. É um clássico de torcida única, o que vem representando grande vantagem para os mandantes em São Paulo, daí o ligeiro favoritismo palmeirense.

Na quinta, Flamengo e Grêmio duelarão ou para se aproximar do Corinthians ou para não deixar o líder escapar ainda mais. É um jogo que promete demais. O Flamengo não perde no Rio de Janeiro, embalou a tão aguardada sequência de vitórias e sofre poucos gols. O Grêmio gosta de ter a bola e tem bons resultados como visitante – não são as três derrotas seguidas, uma dela com time reserva e outras duas com pênaltis perdidos, que nos farão esquecer o ótimo time comandado por Renato.

Se perder, o Grêmio é outro que consolida um caminho de priorizar Copas e deixar Brasileiro em segundo plano.

Os prognósticos da rodada:

 

QUARTA

19h30 Atlético-MG 2 x 1 Santos
O Santos não vence o Atlético fora desde 2007, há dez jogos (sete derrotas), e não terá Lucas Lima, Renato, Victor Ferraz e Copete para o confronto. Em casa, o Galo é favorito.

19h30 Ponte Preta 0 x 1 Bahia
A Ponte só fez um gol nos últimos três jogos, o Bahia só um nos últimos quatro – o time de Jorginho não vence há mais de um mês, sete jogos, apesar de não ter jogado mal no período. O jogo tem um pequeno tabu. A Ponte não vence o Bahia desde 2008, há oito partidas (quatro derrotas e quatro empates)

21h Fluminense 1 x 1 Botafogo
Henrique Dourado está fora, Orejuela e Scarpa são dúvidas no Flu, que ganhou só uma e empatou cinco de suas últimas oito partidas no Brasileiro. O Botafogo terá Jefferson novamente no gol. Clássico com cheiro de empate.

21h45 Palmeiras 2 x 0 Corinthians
Um dérbi centenário que vale demais. Se o Palmeiras não vencer o Corinthians em casa, já pode ir pensando em dar adeus à esperança de bi. É uma espécie de final para o time de Cuca. O Corinthians venceu o clássico entre eles no Paulistão, aquele famoso pela expulsào errada de Gabriel, mas pelo Brasileiro não vence há cinco. Chegou a hora de cair a invencibilidade?

21h45 Atlético-PR 0 x 1 Cruzeiro
Kelly comandará o Furacão interinamente antes do desconhecido Fabiano Soares assumir. No Cruzeiro, Mano Menezes terá desfalques no meio e faz mistério. Mas o Cruzeiro precisa de uma vitória como essa para embalar no campeonato.

21h45 Vitória 2 x 0 Vasco
O Vitória só ganhou uma em casa no campeonato, e o Vasco, que não terá Luis Fabiano, Nenê e outros quatro, não venceu fora. No retrospecto, o Vitória bateu o Vasco em quatro dos últimos cinco duelos entre eles e não perde desde 2010 – a última vitória vascaína em Salvador foi em 1991.

QUINTA

19h30 Flamengo 1 x 0 Grêmio
Grande jogo na quinta-feira. O Flamengo vem embalado por seis vitórias seguidas, não perde há mais de um mês e precisa ganhar mais essa para se posicionar como uma espécie de único rival do Corinthians na briga pelo título. Já o Grêmio, que perdeu três seguidas no campeonato, tem Grohe e Pedro Rocha de volta. Com 100% na Ilha do Urubu, o Flamengo é ligeiro favorito em um confronto em que o mandante costuma prevalecer.

19h30 São Paulo 3 x 0 Atlético-GO
Sabe aquele jogo do ''vencer ou vencer''? É este para o São Paulo. Penúltimo colocado, o Tricolor estreia Dorival Jr contra o último. Perder pontos em casa para o Atlético-GO significa, de vez, se posicionar como um time rebaixável.

19h30 Sport 1 x 1 Chapecoense
O Sport de Luxemburgo venceu as últimas cinco e não sofreu um gol sequer. Já a Chape não vence há quase um mês. É um jogo de favorito claro na Arena Pernambuco. Mas já sabem como é esse Brasileirão.

21h Avaí 0 x 1 Coritiba
O Avaí propiciou duas das maiores zebras do campeonato ao vencer Botafogo e Grêmio fora de casa. O Coxa está crise, empatou três e perdeu quatro das últimas sete, não vence há mais de mês. Pachequinho está pressionado, logicamente. Mas faz quase dez anos que o Avaí não vence o Coxa na Ressacada.