Blog do Júlio Gomes

Brasileiro, ato 5: desfalcados, Galo, Palmeiras e Fla estão contra a parede

juliogomes

Os três favoritos ao título do Campeonato Brasileiro ainda não empolgaram. Longe disso. Somados, Palmeiras, Flamengo e Atlético Mineiro ganharam apenas duas partidas em quatro rodadas. Os três jogam contra a parede nesta quarta-feira, precisando do resultado para sair do sufoco e melhorar o ambiente.

O mais pressionado é Zé Ricardo. O técnico do Flamengo foi vaiado na chegada a Recife, em um dia de festa para a torcida no Rio de Janeiro, com a contratação de Éverton Ribeiro. O Fla vai ganhando forma como maior favorito ao título, mas precisa fazer as coisas acontecerem no campo.

Contra o Sport, não terá Guerrero e Trauco, com a seleção do Peru. Será que não chegou a hora de Vinícius Jr ter mais minutos? Zé Ricardo precisa tomar cuidado para não morrer abraçado a sua falta de ousadia.

Com as demissões de Dorival Jr, do Santos, e Marcelo Cabo, do Atlético-GO, Zé Ricardo torna-se o único treinador da Série A há mais de um ano no comando do time.

O Palmeiras também perdeu jogadores para a data Fifa, Mina e Borja, e não terá Edu Dracena, Jean, Guerra e Dudu em um jogo perigoso contra o Coritiba, em um estádio onde quase nunca vence.

A vida mais fácil, no papel, é a do Atlético Mineiro. É verdade que não terá Cazares e Otero, além de outros jogadores contundidos há algum tempo, mas tem elenco o suficiente para vencer o Avaí no Horto. O time de Roger ainda não venceu no campeonato, ocupa uma incômoda posição na zona de rebaixamento e está devendo para a torcida.

Na rodada passada, acertamos os prognósticos de sete jogos. Para esta, perdi o prazo para Fluminense x Atlético-PR. Acreditam que meu placar era 1 a 1? :-) Tenho testemunhas!

Aqui vão palpites e informações dos outros nove jogos da quinta rodada.

QUARTA

19h30 Atlético-MG 4 x 1 Avaí
Jogo fundamental para o Galo. Um dos favoritos ao título, ainda não venceu no campeonato e não pode se dar ao luxo de perder mais pontos em casa, onde tem obrigação de ser forte. O Atlético nunca perdeu do Avaí em Brasileiros e é claro favorito, apesar dos desfalques de Cazares e Otero.

19h30 Coritiba 1 x 0 Palmeiras
Em Brasileiros, Palmeiras não ganha do Coxa em Curitiba desde 1989 (11 jogos). Pela Copa do Brasil, levou 6 no Couto Pereira em 2011. A única boa lembrança no estádio foi ter conquistado o título da Copa do Brasil de 2012, com um empate. Cuca terá muitos desfalques: Edu Dracena, Jean, Mina, Guerra, Borja e Dudu estão fora. Já o Coritiba, que começou muito bem o campeonato, vai repetir o time que venceu o Atletiba. Jogo muito duro para o atual campeão brasileiro.

21h Santos 2 x 0 Botafogo
Antes da chegada de Levir Culpi, Elano assume interinamente para o jogo no Pacaembu. Sem Lucas Lima e Ricardo Oliveira, Elano coloca no time titular o meia argentino Vecchio, que havia sido afastado por Dorival Jr, e Arthur Gomes no ataque. O Santos soma 19 vitórias seguidas no Pacaembu, um recorde, e ganhou as últimas cinco contra o Botafogo. O time carioca está cansado e cheio de desfalques – Camilo, Airton, Victor Luis, Bruno Silva e Gatito Fernández. Pelo menos Montillo voltou a ser relacionado.

21h45 Vasco 1 x 1 Corinthians
O Corinthians empatou em suas últimas quatro visitas a São Januário e não perde desde 2010 para o rival (11 jogos). O time de Carille defende uma invencibilidade de 17 jogos em busca da liderança, mas não terá Fágner, Rodriguinho e Romero, com suas seleções. Marquinhos Gabriel e Clayson entram na equipe. O Vasco tem o retorno de Luis Fabiano e a força da torcida, que empurrou o time a duas vitórias e vai encher São Januário novamente.

21h45 Sport 1 x 2 Flamengo
A chegada de Éverton Ribeiro e o otimismo exacerbado contrastam com a pressão sobre Zé Ricardo e os resultados no Brasileiro. O Flamengo não terá seus peruanos Gerrero e Trauco, mas o Sport também joga desfalcado de Diego Souza e Mena. Quem vai desencantar? Luxemburgo ou seu ex-clube? O blog acredita que, contra um Sport que venceu só um de seus últimos nove jogos, começa a arrancada flamenguista.

QUINTA

19h30 São Paulo 3 x 0 Vitória
A última vez que o São Paulo tropeçou em casa contra o Vitória foi em 1994. De lá para cá, só vitórias. O time baiano é um velho freguês no Morumbi, e isso deve continuar assim. O São Paulo não terá Rodrigo Caio e Cueva, além de ter vendido Luiz Araújo, mas pode ter as voltas de Thiago Mendes e Wellington Nem. O técnico Gallo estreia no Vitória após apenas um dia de treino com a equipe.

19h30 Atlético-GO 0 x 0 Ponte Preta
Após cinco derrotas e a demissão de Marcelo Cabo, o Atlético-GO será comandado pelo auxiliar João Paulo Sanches. A Ponte Preta vem de uma vitória sobre o São Paulo, mas tem desfalques no meio.

20h Chapecoense 1 x 1 Grêmio
Confronto de dois times “em forma” no campeonato e que não perderam jogadores para as seleções. A Chapecoense acabou as últimas duas rodadas na liderança, enquanto o Grêmio, segundo Renato Gaúcho, é quem joga “o melhor futebol do Brasil”. O jogo foi adiado de quarta para quinta devido ao mau tempo em Chapecó e a dificuldade para voar até a cidade. Partida de difícil prognóstico.

21h Bahia 0 x 1 Cruzeiro
Como o futebol é dinâmico, o Cruzeiro passou de badalado, após a vitória na Vila Belmiro, a criticado, após os maus jogos contra a Chapecoense. O futebol reativo sob o comando de Mano Menezes não agrada muita gente, mas costuma dar resultados fora de casa. O Bahia vem de boa vitória na estreia do técnico Jorginho. O Cruzeiro tem ampla vantagem no retrospecto histórico e não perde para o Bahia em Salvador desde 1995 – ganhou seis e empatou uma desde então.